Grupo Santa Celina: do PowerPoint ao monitoramento online dos clientes

 

A gestão de informações na área de assistência médica, prevenção e promoção requer cuidados especiais, tanto na questão da segurança quanto na precisão dos dados. Trata-se de um segmento que atua diretamente no bem estar dos clientes, um dos itens considerados mais valiosos para a maioria dos envolvidos, e com o bem maior, que é a própria vida. Para o Grupo Santa Celina, a tecnologia é valiosa para garantir atualização online de prescrições médicas e alimentação de relatórios de visitas por parte dos médicos e da equipe, com o objetivo primordial de promover maior eficiência, agilidade e qualidade na assistência.

 

Fundado em 1998, o grupo iniciou suas atividades com serviços de atenção e internação domiciliar, conhecidos como home care. Atualmente, a empresa é uma gestora de saúde,  que integra, organiza e coordena cuidados e ações de serviços do setor.

 

Com a expansão na carteira de clientes, a necessidade inicial da empresa ao recorrer à Comparex foi encontrar uma solução para automatizar seus relatórios gerenciais, até então elaborados de forma manual via web e por meio de sistemas dispersos, como Excel, de forma descentralizada, que demoravam cerca de dois dias por semana (mil horas mensais) para serem produzidos até sua apresentação. Segundo Eduardo Ângelo, superintendente de TI, PMO e Auditoria, a preocupação recorrente da empresa focava-se na expansão dos sistemas e na melhora de desempenho na produção. “Buscávamos automatizar a geração de indicadores, institucionalizar critérios de apuração e exposição de resultados e metas, além de eliminar a elaboração de apresentações em PowerPoint. Precisávamos de uma ferramenta de fácil acesso, simples navegação e que agilizasse a interpretação de indicadores pelos gestores”, revela.

 

Após a consultoria, o grupo investiu em dez licenças do Power BI (Business Inteligence) da Microsoft em fevereiro de 2016. A adoção da ferramenta superou as expectativas ao promover não somente maior agilidade na produção de relatórios e dashboards, que passaram a ser processados de forma instantânea, mas também permitiu o acompanhamento dos resultados em multiplataformas, como smartphones, tablets e via web. As informações ganharam um maior nível de detalhamento operacionais, táticos a estratégicos. “Os gestores passaram a ter mais tempo para análise crítica e definição de planos de ação ao eliminarmos o tempo de produção. Reduzimos a intervenção humana, o head-count de especialista em indicadores e o volume de demandas para a área de desenvolvimento de sistemas”, comenta o superintendente.

 

A decisão do investimento inicial foi em atender os gestores, mas a rápida e satisfatória resposta com os resultados promoveu uma mudança nos planos. Logo após a implantação do sistema, expandiu-se o acesso aos colaboradores e às equipes administrativas internas e externas. Um dos maiores ganhos com essa estratégia deu-se no melhor e mais ágil acompanhamento da evolução clínica dos pacientes, um resultado de inestimado valor que ainda não era disponibilizado. Além da equipe obter essas respostas prontamente, o próprio cliente/paciente passou a ter capacidade de acompanhá-las, aprimorando o programa de prevenção, que é fundamental na redução do sinistro.

 

Aliado ao Power BI, a migração no final de 2014 para o Microsoft Azure superou as expectativas do grupo, que tinha urgência na modernização do parque de informática, o que acarretaria em alto investimento. Com a hospedagem externa (nuvem) de todos os sistemas, reduziram-se os custos com servidores locais, que demandam alto esforço de administração e tornam-se velozmente obsoletos. A implementação ainda garantiu estabilidade na rede, melhoria na qualidade de voz, aumento da capacidade de armazenamento, replicação online de banco de dados, aumento na velocidade de processamento dos servidores e de transmissão de dados. Todos os sistemas passaram a operar com performance superior, com alta disponibilidade e segurança.

 

Os objetivos foram integralmente atingidos, ratificando que o diagnóstico e a solução implementada foram assertivos. “De forma indireta, mas também contemplado no escopo do projeto, preparamos a empresa para suportar o crescimento da carteira de clientes. Contratamos um ambiente robusto e de fácil escalabilidade, criação de servidores, alocação de memória, espaço em disco, configuração de backups e uma série de outros serviços, além de garantirmos um rápido acesso para migração de ambiente de desenvolvimento e homologação”, conclui.